terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Os primeiros 38 da lista de Michele Ferrari

Sem comentários:
- Sabes quem falta aqui?
- Quem?
- O Doutor
- AHAHAHAH
A Gazzetta dello Sport publicou na semana passada o nome de 38 dos ciclistas que surgem ligados a Michele Ferrari na investigação levada a cabo pela Procuradoria da Republica italiana. A informação é ainda escassa, mas entre estes 38 há algumas (poucas) surpresas e alguns (muitos) sobre os quais se pode desde já fazer uma abordagem, enquanto se aguarda que fique completa a anunciada lista de 90.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Porque a Astana tinha que continuar no World Tour

Sem comentários:
A foto dispensa legenda.
Primeiro foi Valentin Iglinskiy a acusar EPO, depois o irmão Maxim, depois um, e outro e ainda um terceiro da Astana Continental a acusarem esteroides anabolizantes. A licença World Tour da Astana foi sujeita a análise na Comissão Independente para a Reforma do Ciclismo e na semana passada foi anunciada a continuidade da equipa cazaque no primeiro escalão. Uma decisão que surpreendeu uns, indignou outros. Mas não podia ser feita outra coisa.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Acima de tudo, o ciclismo

Sem comentários:
Como foi escrito na segunda-feira, ao longo desta semana a Gazzetta dello Sport está a abordar a investigação ao negócio de Michele Ferrari, um dossier de mais de 500 páginas que envolverá 90 nomes de ciclistas. 38 deles já foram divulgados na quarta-feira. Antes que sejam divulgados mais, e antes que seja (eventualmente) ligado a Ferrari alguma das maiores figuras da atualidade, uma coisa gostaria que ficasse clara.

Para mim, o ciclismo é como a mulher mais bonita e interessante da festa. Que se conheceres melhor, vais ver que não é perfeita, não é como pensavas, tem defeitos, mas continua a ser mais bonita e mais interessante que todas as outras.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Há uma lista de 90 clientes de Ferrari pronta a sair e muita gente a tremer

Sem comentários:
Ainda que poucos lhe conheçam o rosto, o homem do meio tem cerca de 30 grandes voltas no currículo
É dezembro, inverno no Hemisfério Norte, mas uma boa parte do pelotão estará a transpirar durante toda a semana. A causa? O jornal italiano Gazzetta dello Sport tem na sua posse o dossier da investigação levada a cabo pela Procuradoria da República da comuna de Pàdova (Pádua, em português) sobre o doutor Michele Ferrari. São 500 páginas, escutas telefónicas, fotografias, 90 nomes de ciclistas e muitas equipas a trabalhar com o doutor suspenso pelo Comité Olímpico Nacional Italiano em 2002. Uma investigação iniciada em 2010, que deverá estar concluída em breve e que a Gazzetta começou hoje a publicar. A quadra natalícia não vai ser tão santa em alguns lares.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

10 momentos marcantes de 2014

Sem comentários:
Foto: CyclingTips.com.au
Já faz algum tempo que não temos ciclismo em direto e ainda falta demasiado tempo para que a próxima temporada arranque. Com as saudades a apertar, hora para recordar 10 momentos marcantes de 2014.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Kreuziger: cliente de Ferrari em 2006, suspenso em 2014

Sem comentários:
Kreuziger está apertado
A temporada terminou e, à semelhança dos últimos anos, o encerramento de equipas de primeira linha sobrepõe-se à criação de novos projetos de elite. É tempo de entradas, saídas, ainda algumas negociações e incertezas para alguns ciclistas. Não apenas entre os que estão sem contrato. Entre os dossiers pendentes está o de Roman Kreuziger, suspenso antes do Tour, inocentado pelas autoridades checas no final de setembro e agora a aguardar decisão do TAS sobre o recurso interposto pela UCI e pela Agência Mundial Anti-Doping.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Crónicas do Novo Ciclismo: do regresso de Saiz e da pandilha da Tinkoff

Sem comentários:
Saiz, Heras, Hamilton, Riis. Dois foram afastados. Um está de regresso. Outro nunca saiu
A estreia de Crónicas do Novo Ciclismo teve uma reação francamente positiva, muito mais do que esperava. Por outro lado, quando há algumas semanas tive a ideia desta rubrica, não pensei que fosse tão difícil fazê-la acompanhar os mais recentes desenvolvimentos. Não sei se por falha minha, que sou demasiado lento a escrever, se porque nas últimas semanas tivemos demasiada porcaria a sair, ou se por um misto das duas.

Partilhar